Judô e natação batem recorde de medalhas nos Jogos Sul-Americanos

07/12/2018
Judô e natação batem recorde de medalhas nos Jogos Sul-Americanos

Arequipa - O Brasil continua dando um show em Arequipa, conquistando medalhas em ​quase todas as modalidades que disputa. Depois do atletismo na quarta-feira (5), ontem foi dia da natação e do judô se destacarem.

Essas duas modalidades encerram a competição com o título de campeãs gerais conquistando muitas medalhas no individual e por equipe.

Pela manhã, foi a vez do judô encerrar sua participação. Além das medalhas conquistadas no dia anterior, nesta quinta-feira foram mais duas de ouro, pelos títulos de campeão por equipe, tanto no masculino como no feminino.

Assim, o judô conquistou para o Brasil um total de 17 medalhas, sendo quinze de ouro e duas de prata. “Estou satisfeito com a campanha e agradeço à Deus o desempenho desses jovens no tatame. Todos eles demonstraram dedicação e amor ao país. As 17 medalhas conquistadas no judô é um recorde do Brasil em Jogos Sul-Americanos Escolares”, disse o professor Antônio Nunes, presidente da Federação de Esporte Escolar de Rondônia (FEERO).

Natação dourada

O outro destaque do dia ficou por conta da natação, ​que já havia conquistado 18 medalhas nos dias anteriores e ontem encerrou a participação com mais 9 medalhas. Ao todo foram 27 medalhas, sendo 12 de ouro, 10 de prata e 5 de bronze.

O destaque negativo ficou por conta da arbitragem. Na prova de 50 metros livres, o nadador Vinicius Lopes chegou à frente, mas a arbitragem não considerou a batida e erroneamente deu medalha de prata para o brasileiro e ouro para o colombiano.

Não adiantaram os protestos do Alexandre Pugliesi, representante do Brasil na modalidade. A Banca não aceitou os protestos e terminou prejudicando o atleta, que chegou em primeiro lugar, mas recebeu a medalha de prata.

- Eu tenho muito que lamentar. Estou completamente revoltado com essa desorganização. Uma avaliação manual, não tem bancada para a largada e o controle de chegada é manual. Essa é a segunda vez que o Brasil é prejudicado na natação”, protestou Vinicius Lopes.
Mesmo assim, o Brasil foi campeão por equipe no masculino e no feminino, sendo o maior destaque da natação nos Jogos Sul-Americanos Escolares, em Arequipa.

Departamento de Comunicação da CBDE
Jornalista responsável: Jesus Filho
Texto e foto: Givaldo Batista
E-mail: imprensa@cbde.org.br
+ 55: 061 99136-0090 / + 55: 061 3967-7176
Endereço sede: Setor Bancário Norte, Quadra 2,
Lote 12, Bloco F, Brasília - Distrito Federal

Outras notícias